Débora : A Juíza de Israel

debora-copia

Por Destro

Dedicado as mulheres que são Honradas.

Contexto Histórico durante o Período que viveu Débora.

Temos que o período dos juízes tenha tido uma duração de aproximadamente 326 anos. começa com Josué, após a conquista da Terra prometida, e termina com Samuel o último Juiz. O período dos juízes é um dos períodos de grande dificuldade espiritual para o povo de Israel.
O primeiro problema deste período, afirmam-nos as Escrituras Sagradas, foi a falta de educação doutrinária do povo nos seus lares, um período onde havia instabilidade espiritual, onde o povo permitiu que os costumes dos povos que habitavam a terra se introduzissem no meio do povo de Deus, um período em que a liberdade e o bem-estar foram exceção, verdadeiros oásis num deserto de sofrimentos, opressões e domínio estrangeiro.

Esta situação foi uma constante durante todo o período dos juízes. Como não havia educação doutrinária no lar, o que somente começou a se alterar nos dias de Samuel, o último juiz, o povo crescia sem o conhecimento da lei e partia para uma vida de pecado e de mistura com os costumes idolátricos dos povos que antes habitavam a Terra Prometida.

Surge, então, o segundo fator que caracterizou este período. O fato de os israelitas não terem obedecido a Deus e ter deixado alguns Cananeus, Heteus, Heveus, Amorreus, Girgaseus, ferezeus e jebuseus, que antes habitavam Canaã, fossem mantidos naquelas terras, mas os israelitas preferiram receber tributos destes povos.

O resultado desta desobediência foi a criação de um laço que permitiu que Israel sucumbisse ao pecado e à idolatria. A convivência com estes povos, que eram mais adiantados do que os hebreus em vários aspectos, levou os israelitas a se misturar com os seus costumes e com a sua idolatria, perdendo a santidade e se tornando abomináveis a Deus.

Sem ensino e não tendo se separado dos povos idólatras à sua volta, os israelitas, no tempo dos juízes, não reconheciam o senhorio de Deus nas suas vidas e faziam o que bem entendiam, numa verdadeiro esquerdismo. resumindo o desgoverno em todos os aspectos daquele período. Sem a lei do Senhor, o povo escolhido de Deus vivia numa verdadeira bagunça. Por causa do pecado e da desobediência, Deus, diante do Seu compromisso com Israel, permitia que o povo passasse por dominação estrangeira, que sofresse a opressão do inimigo. Durante todo este período, geração após geração, não houve uma geração sequer que não tenha sido dominada por um povo estrangeiro.

Quem foram os Juízes ?

Os juízes eram lideres que tinham por Missão fazer com que as leis de Deus fossem cumpridas. Eles eram o poder judiciário da nação de Israel agindo as vezes como profetas mas sua área era mesmo o cumprimento das leis de Deus. Eram o poder moderador.

Quem foi Débora ?

Neste dias é que viveu Débora a Juíza, eram os Cananeus. Débora foi uma Juíza de Israel (os Juízes eram líderes do povo de Israel quando eles estavam na Terra prometida, cuja função era liderar, guiar e moderar o povo de Israel) Débora” (em hebraico, “Devorá”) e designa uma pessoa que possui uma força de vontade excepcional. A Bíblia muito pouco fala sobre a vida de Débora. Pois o foco se concentra no que ela fez e no que ela representou , que ela era profetisa, mulher de Lapidote (falecido).

Débora não só não se deixou misturar com o pecado dos povos que viviam no meio do povo de Israel, como também buscou de forma bem intensa a Deus ponto de ser uma “mulher profetisa” a de salientar que Padre e Pastor levam o homem a Deus (sentido figurado) mas é profeta que leva deus ao Homem (sentido figurado). No meio de todos estes problemas Débora busca a Deus e intercede por meio da sua Fé, inteligência e capacidade de julgar.

Os juízes tinham que ter capacidade de julgar analisar as leis divinas e ter o discernimento para interpretá-las, além de conhecimento das leis, raciocínio para aplica-las .tinha que ter o principal a Fé e a espiritualidade, é importante dizer que o maior dos juízes é Deus e portanto o homem só pode ser um bom juízes se tiver compromisso com Deus.

debora-01

Conclusão: O que Débora tem a ver com a Real ?

A História de Débora mostra que mulheres podem ter uma participação muito importante na sociedade quando tem seu lado obscuro reduzido . Há de se lembrar sempre que o problema não é as mulheres em si mas o lado negativo da natureza feminina, Débora era uma mulher muito capaz pois Deus a dotou de sabedoria e Discernimento, ela chegou onde chegou porque foi uma mulher submissa a vontade de Deus e às Leis estipuladas por Deus .

1-Como uma mulher tradicional era casada com Lapidote

Débora, passou a ser considerada pelo povo como juíza em Israel por causa do seu testemunho e de sua vida, pois se não fosse uma mulher honrada, fiel ao marido (falecido), e obediente as leis de Deus Jamais teria sido escolhida pelo próprio Deus para ser Juíza de seu povo.

2-Tinha sua função perante a sociedade mas não negligenciou seu Papel de Mulher

Devemos dar prioridade à obra de Deus, buscar primeiro o reino de Deus, mas não devemos nos descuidar dos papéis que temos na sociedade, papéis estes, aliás, que nos foram dados pelo próprio Deus que nos fez nascer em uma dada sociedade, bem como ocupar esta ou aquela posição. Como mulher e como mulher de Lapidote, Débora tinha responsabilidades que eram de indispensável cumprimento, até porque, se Débora não se portasse devidamente como uma mulher e não tivesse um bom testemunho conjugal diante de Lapidote, jamais poderia julgar a Israel ou ser profetisa.

3-Não negou sua feminilidade 

Apesar de ser profetisa e juíza de Israel. Embora soubesse que havia sido levantada como Juíza de Israel Débora jamais negou a sua posição social, (o que infelizmente, muitas mulheres têm feito.) Tanto assim é que, no momento de libertar a Israel, chamou Baraque que, como homem, tinha condições de comandar o exército na guerra, função que não era possível Débora assumir e, mesmo quando Baraque pediu que Débora fosse com ele, não assumiu para si o comando, como também não foi a mulher que obteve a honra militar, pois sabia que esta função era do homem e portanto entendia a o seu papel neste contexto.

4-Débora é um exemplo do que uma mulher moderna deve ser

Débora tinha uma profissão (Juíza de Israel ) mas era casada e uma mulher tradicional ,que entendia que estava debaixo das leis de Deus e das leis dos Homens, ela compreendia que foi sua vida reta, tradicional e fiel que a permitiu chegar a ser escolhida por Deus, ela não era nenhuma modernete a se revoltar contra Deus, o patriarcado, e a semear intrigas entre povo, exatamente por ser uma mulher honrada e submissa a lei e corajosa conseguiu agradar a Deus. É claro que o contexto histórico era outro, porém a mensagem que ela passou de uma mulher honrada e fiel continua a servir de exemplo para as mulheres de hoje.

Referências: Livros de Juízes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s